Mundo

EUA detectam primeiro caso de variante brasileira do novo coronavírus

EUA detectam primeiro caso de variante brasileira do novo coronavírus

Membro da Cruz Vermelha analisa amostra em teste de antígio para a covid-19 em centro de exames em Saint-Gilles, sudeste da França, 19 de novembro de 2020 - AFP

O primeiro caso de uma variante do novo coronavírus surgida recentemente no Brasil foi confirmado nos Estados Unidos, informaram autoridades sanitárias do estado de Minnesota nesta segunda-feira (25).

O Departamento de Saúde de Minnesota informou, em um comunicado, que “o Laboratório de Saúde Pública encontrou a variante do vírus SARS-CoV-2 conhecido como a variante P.1 do Brasil em uma amostra de um morador de Minnesota com histórico recente de viagem ao Brasil”.

O paciente, morador da região do metrô de Twin Cities, de Minneapolis e Saint Paul, testou positivo para a covid-19 no começo de janeiro e foi aconselhado a se isolar, destacou o comunicado. Informações laboratoriais subsequentes revelaram que se tratava de uma infecção pela variante brasileira do coronavírus.

Este caso, assim como a descoberta de outros três casos da variante britânica em Minnesota nas últimas semanas, reforça “porque é tão importante limitar as viagens durante uma pandemia tanto quanto possível”, informou, em um comunicado, a epidemiologista Ruth Lynfield.

Na segunda-feira, o presidente Joe Biden voltou a impor a proibição a viagens à maioria de cidadãos não americanos que tenham estado na Grã-Bretanha, Brasil, Irlanda e grande parte da Europa.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Biden também estendeu a proibição a viajantes que tenham estado recentemente na África do Sul em meio a alertas de que novas variantes da covid-19, mais transmissíveis já estavam se estabelecendo nos Estados Unidos.

Na semana passada, o presidente recém-empossado reforçou as regras de uso de máscaras e determinou a quarentena para pessoas que chegarem de avião aos Estados Unidos, enquanto tenta conter o agravamento da crise sanitária causada pela pandemia no país.

Mais de 25 milhões de casos de covid-19 foram registradas nos Estados Unidos desde que a pandemia começou, segundo contagem da Universidade Johns Hopkins.

A marca foi alcançada apenas cinco dias depois de os Estados Unidos, o país mais atingido pela pandemia, terem registrado mais de 400 mil mortos pela doença.

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica