Mundo

EUA: Após acusações de blackface, escola infantil fecha as portas

Crédito: Reprodução/NY Post

A escola infantil ICKids, localizada em Boston, Massachusetts (EUA), fechou as portas depois de ser alvo de acusações de blackface, que é o ato de se fantasiar de negro para entretenimento dos brancos, geralmente acompanhado de estereótipos. Isso ocorreu após uma professora dar aos alunos máscaras feitas em prato de papelão para serem pintadas de preto. Elas seriam usadas como fantasias em um evento para comemorar o Mês da História Negra nos EUA. As informações são da revista Marie Claire.

De acordo com o NY Post, alguns pais denunciaram a escola.


“Um dos pais apontou que a máscara preta é ofensiva. Após o ocorrido, a professora chegou a se desculpar com os pais”, afirmou uma nota emitida pela escola.

“Isso é inaceitável e realmente não entendo o conceito deste projeto. O pedido de desculpas foi desanimador. Espero que esta seja uma lição para realmente se preparar para fazer projetos sobre culturas antes de fazê-los, para evitar um gesto ofensivo a um grupo de pessoas”, disse a mãe de um dos alunos, Nadirah Pierce.

Devido à grande repercussão, ICKids fechou as portas e afirmou que não há previsão de reabertura.

Na nota, a instituição se desculpou com os pais que se sentiram ofendidos. “Nossa intenção era comemorar o Mês da História Negra. Infelizmente, não fizemos pesquisas suficientes sobre a história negra e realizamos uma atividade errada. Queremos dizer que lamentamos o ocorrido.”

A escola também ressaltou que, caso reabra, irá buscar por uma “equipe mais diversificada com forte conhecimento e experiência em cuidados infantis”.