Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O Departamento de Agricultura dos EUA anunciou nesta sexta-feira, 11, que apoiará a produção adicional de fertilizantes para agricultores americanos, levando em conta lidar com os custos crescentes. Em comunicado, o organismo afirmou que US$ 250 milhões serão disponibilizados pelo programa, considerando o impacto das ações do presidente da Rússia, Vladimir Putin, e também para buscar aumentar a concorrência.

“As recentes interrupções na cadeia de suprimentos da pandemia global e a guerra não provocada de Putin contra a Ucrânia mostraram o quão importante é investir neste elo crucial da cadeia de suprimentos agrícola aqui em casa”, afirmou o secretário de Agricultura americano, Tom Vilsack.

Segundo o Departamento de Agricultura, os preços dos fertilizantes mais que dobraram desde o ano passado devido a muitos fatores, incluindo o aumento de preço de Putin, uma oferta limitada de minerais relevantes, altos custos de energia, alta demanda global, preços de commodities agrícolas, dependência de importações de fertilizantes e falta de concorrência no setor.

Entre os requisitos para o apoio, estão listados que os produtores devem ser: independentes, americanos, inovadores e sustentáveis.