Agronegócio

Etanol: custo do frete dificulta envio do hidratado de outros Estados para SP

São Paulo, 24 – Na semana passada, diminuiu o fluxo de etanol hidratado de Estados do Centro-Sul – em especial grandes produtores como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás – para São Paulo, afirma o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq). “Em alguns casos, agentes do mercado têm sentido dificuldade em colocar produto em São Paulo, devido ao maior custo de transferência, sobretudo pela valorização do óleo diesel”, diz o centro de estudos em boletim. “No caso específico de Goiás, a alternativa tem sido o envio de etanol hidratado para os Estados do Nordeste.”

O volume de negócios na semana passada foi pequeno, de acordo com o Cepea, em virtude da menor presença dos compradores. Vendedores, em compensação, tentam segurar os preços; chuvas nos dias 14 e 15 de maio atrapalharam a colheita e deram suporte às cotações.


Para o Cepea, ainda não há tendência definida para os preços de etanol hidratado e anidro na safra 2022/23. “Ainda assim, os patamares atuais de ambos os biocombustíveis estão superiores aos do mesmo período de anos anteriores.”