Mundo

Estuprador se declara transgênero, vai preso com mulheres e abusa delas

Crédito: Reprodução/Facebook

Stephen Wood, de 52 anos, estava preso preventivamente pelo estupro de duas mulheres e já havia sido condenado por pedofilia. Mas ele não foi levado para um presídio masculino e sim para a ala feminina por interpretação da lei inglesa, sua terra natal, de acordo com informações divulgadas pela BBC Brasil.

Isso ocorreu porque Wood se declarou transgênero – nasceu homem, mas não se identificou como um e passou a se expressar como mulher – baseado em diretrizes que autoridades do sistema penitenciário do Reino Unido adotam recomendando que, em geral, o local onde a pessoa é presa deve corresponder ao gênero que ela expressa.

E, sob a nova identidade de Karen White, ela está sendo acusada de ter abusado sexualmente de quatro detentas da prisão feminina para onde havia sido transferida. Ainda de acordo com a BBC, Karen chegou a admitir durante julgamento de outros crimes que agrediu sexualmente duas das quatros pessoas que a acusam de abusos.