Geral

DF: Estudante picado por naja mantinha outras cobras maltratadas

Crédito: Reprodução/ TV Globo

As 17 cobras apreendidas em um haras, em Planaltina, no Distrito Federal, após um estudante de veterinária ser picado por uma naja “estão magros e desidratados”. Segundo o Zoológico de Brasília, o instituto ficará responsável pelas serpentes encontradas na última quinta-feira (9). As informações são do Fantástico, da TV Globo.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que Pedro Henrique Santos Krambeck Lehm, de 22 anos, é o proprietário dos animais. As autoridades afirmam que, depois de Pedro ter sido picado, Gabriel Ribeiro, amigo do jovem, abandonou a naja ao lado de um shopping e escondeu outras dezessete serpentes.

“Abrimos uma investigação formal em relação a essa situação e podemos então identificar que não se tratava apenas de uma cobra, mas de possivelmente uma rede estruturada de tráfico de animais. A gente apura se, além de adquirir, eles vendiam, se o intuito era de comercializar esses animais”, explicou o delegado William Andrade Ricardo ao Fantástico.

A polícia investiga ainda se Pedro, Gabriel e outros colegas compravam e vendiam as cobras em redes sociais. Segundo a reportagem, Pedro já está fora de perigo. Ele não teve sequelas graves, e deve ter alta nos próximos dias e ser ouvido pela polícia.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Veja também

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?