Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

O estudante Robson Amorim de Freitas, de 32 anos, que havia desaparecido há 15 dias após um surto em Paris, na França, foi encontrado. As informações são do G1.

Robson desapareceu no dia 23 de janeiro. Pedro Henrique de Freitas, irmão do estudante, publicou uma foto de Amorim, informando que o brasileiro havia sido localizado. “Deus sempre esteve cuidando de você meu irmão! Estamos indo te buscar, vamos te trazer pra casa”, escreveu.

Sumiço

O estudante morava na Irlanda, mas abandonou o país após um primeiro surto, no dia 21. De acordo com os irmãos Pedro e Cyntia de Freitas, Robson embarcou para a capital francesa por acreditar que a máfia irlandesa estava atrás dele.

Ao constatar o surto de Robson, os irmãos o convenceram a retornar ao Brasil para realizar o tratamento médico adequado. O voo sairia do Aeroporto Charles de Gaulle no dia 22. Quando precisou esperar pelo teste de Covid-19 no aeroporto, Robson entrou em mais um surto, acreditando novamente que estava sendo perseguido. Em conversa com Cyntia e Pedro, o brasileiro alegou que estava com crise de ansiedade e, desta forma, não conseguiria embarcar.

“O Robson morava sozinho [na Irlanda], em um quarto alugado de uma casa de família. Os surtos são recentes, foi o segundo até hoje”, contou Cyntia.

Segundo os irmãos, o estudante teria dado entrada em uma clínica da região após sair do aeroporto, ao lado do Hospital Saint-Anne. Após a saída de Robson da clínica, a família não conseguiu contatá-lo novamente.