Saúde da mulher

Estresse ou ansiedade? Aprenda a diferenciar as condições e como se livrar delas

Crédito: Pexels

Apesar de os termos “estresse” e “ansiedade” frequentemente serem vistos juntos — e até mesmo seus sintomas serem parecidos —, isso não significa que eles significam a mesma coisa. 

+ ‘Sunday scaries’: saiba como se livrar da ansiedade típica do domingo


+ Existe uma “idade-limite” para cuidarmos da saúde mental?

Segundo a “Slice”, de onde são as informações, os transtornos de ansiedade afetam quase 5% da população, enquanto o estresse é muito mais comum. Mas as diferenças não param por aí. A seguir, aprenda a diferenciar ambos.

Dois lados da mesma moeda

Estresse e ansiedade (e, em menor grau, preocupação) são lados diferentes da mesma moeda. Embora estejam conectados e ambos afetem seu sistema nervoso, também são condições distintas com diferentes abordagens de tratamento.

O que é estresse?

O estresse é uma resposta fisiológica natural a uma ameaça externa. Ele sinaliza ao corpo para se concentrar e entrar nos “modos” de luta, fuga ou congelamento, para te ajudar a se afastar de uma potencial ameaça.

O que é ansiedade?

A ansiedade, por outro lado, é o que acontece quando seu corpo responde ao estresse e inclui um forte elemento cognitivo (a mente). Assim como o estresse, a ansiedade é uma resposta a uma ameaça, só que essa ameaça não é fácil de identificar; não há nada específico ou fácil de apontar.

Lembre-se de que há uma diferença entre sentir-se ansiosa e ter ansiedade clínica. Sentir-se ansiosa pode acontecer diariamente para a maioria das pessoas que espera por alguma coisa, enquanto a ansiedade clínica é muito mais grave e debilitante — e requer tratamento clínico.

Sintomas de estresse

• Dor de cabeça;

• Dor nas costas;

• Problemas de sono;

• Tonturas ou vertigens;

• Irritabilidade;

• Frequência cardíaca acelerada;

• Sensação de sobrecarga;

• Esquecimento e/ou pouca concentração;

• Baixa energia.

A longo prazo, o estresse pode ter consequências graves ao corpo, estando ligado à depressão, ataque cardíaco, derrame, problemas gastrointestinais, hipertensão e obesidade.

Sintomas de ansiedade

Muitos dos sintomas de ansiedade são os mesmos sintomas de estresse, o que torna fácil confundir as duas condições. Além de sintomas como dificuldade de concentração, irritabilidade, falta de sono e tensão muscular, há também:

• Dificuldade em acalmar seus pensamentos;

• Inquietação;

• Fadiga;

• Ânimos sobressaltados;

• Sudorese excessiva

• Dor no peito.

A longo prazo, a ansiedade pode causar “prejuízos” em outras áreas da sua vida, como socializar, sair de casa, trabalhar ou movimentar-se.

Causas do estresse

Embora os sintomas de estresse e ansiedade possam ser semelhantes, suas causas são diferentes. O estresse nem sempre é temporário, e pode ser causado, principalmente, por um gatilho ou situação externa (como uma discussão com o(a) parceiro(a) ou a perda de um emprego).

O estresse a curto prazo é conhecido como estresse agudo. Já o estresse a longo prazo é chamado de estresse crônico, e pode ser causado por condições como pobreza, uma condição de saúde permanente ou discriminação sistêmica.

Causas da ansiedade

A ansiedade, no entanto, tem um componente fisiológico, mas muitas vezes é desencadeada por uma preocupação excessiva que não desaparece e pode ocorrer mesmo sem um gatilho externo. 

Ela pode resultar de um evento traumático anterior, e alguns desses pensamentos podem se concentrar em reviver persistentemente o evento traumático em sua mente, apesar de seus melhores esforços. Sua mente também pode se concentrar em eventos que ainda não aconteceram, mas que você tem certeza de que acontecerão (mesmo que não haja indicação objetiva que sugira isso).

Tratamento para estresse

Para o estresse a curto prazo (agudo), você pode praticar exercícios físicos, que ajudam seu corpo a se recuperar de uma onda de cortisol (hormônio do estresse) e adrenalina (que envia seu corpo para o modo de luta, fuga ou congelamento). 

Priorize o sono e tente redirecionar seus pensamentos para os aspectos de sua vida que você pode controlar, ao invés de insistir naqueles que você não pode. 

Tratamento para ansiedade

A ansiedade pode ser diferente para cada pessoa. Há uma ampla gama de transtornos de ansiedade, incluindo diferentes tipos de fobia e um transtorno de ansiedade generalizada (TAG).

Um profissional da saúde mental pode ajudá-la a identificar o que está acontecendo com você e a encontrar a melhor maneira de tratá-la. Para ajudar a se colocar em um caminho melhor, limite seu consumo de cafeína, álcool, açúcar e outros estimulantes que demonstraram afetar negativamente sua ansiedade.