Esportes

Estrela do Atlético-MG, Hulk reforça boa fase e ganha coro por ida à seleção

O atacante Hulk, do Atlético-MG, teve mais uma grande atuação na temporada. No domingo, na vitória de 2 a 0 sobre o Internacional, ele fez os dois gols da equipe mineira e chegou a 13 na temporada. Isso em apenas 11 jogos, o que dá uma média de quase 1,2 gol por partida. Os números impressionantes ainda não convenceram o técnico Tite a convocá-lo novamente para a seleção brasileira. Mas o atacante já caiu no gosto do técnico Antonio Mohamed, argentino que vem comandando o Atlético-MG na temporada e se derreteu em elogios para seu atleta.

“Os números falam por si, pois são estatísticas incríveis para um jogador. Ele é um atleta de primeiro nível e por sorte temos ele em nossa equipe. Então temos que aproveitá-lo, porque ele tem muito compromisso com o clube. Isso se pode descrever com uma palavra: humildade, que ele tem de sobra. É uma estrela, mas dá exemplo”, disse.


Hulk fez os dois gols do Atlético-MG na vitória em sua estreia no Brasileirão. Ele também já tinha sido decisivo na final do Campeonato Mineiro, quando o a equipe alvinegra atropelou o rival Cruzeiro e foi campeão do Estadual. “É um prazer ser treinador dele. Dele e dos outros da equipe, porque tem humildade de trabalhar, de aceitar as decisões”, continuou Mohamed.

No ano passado, Hulk foi artilheiro do Brasileirão, com 19 gols, e já inicia forte a nova edição do campeonato. “Particularmente, acho que estou melhorando ainda mais. Todo mundo está sendo profissional. Tivemos uma viagem desgastante nos últimos dias, mas temos de focar agora, porque quarta já tem Libertadores, contra o nosso rival (América-MG)”, afirmou Hulk.

O Atlético-MG volta a campo no meio de semana para enfrentar o América-MG, pela Copa Libertadores, no Mineirão. É uma partida importante, por se tratar de um clássico, mas Hulk tem totais condições de desequilibrar novamente a favor do Galo, pois vive fase excelente e vem sendo decisivo na temporada.

SELEÇÃO

Aos 35 anos, Hulk disse que está abrindo mão de muita coisa para se manter no auge fisicamente. Ele disputou a Copa do Mundo em 2014, no Brasil, e no ano passado foi chamado pelo técnico Tite para a seleção para jogos com Chile, Argentina e Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar.

O atacante não voltou a ser convocado por Tite principalmente devido às condições do calendário do futebol brasileiro. Sem pausas para Data Fifa e com o Atlético-MG disputando Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores, clubes, CBF e a comissão técnica da seleção priorizaram convocação de atletas de fora do País para não interferir na luta pelos títulos. Com isso, Hulk não pôde ser chamado.

Para o início de 2022, a expectativa era elevada. Hulk fez uma grande preparação durante as férias para mostrar a Tite que estava empenhado e com ânimo de defender as cores da seleção. Mas todas as atividades não foram suficientes para o atacante estar na lista do treinador.

Neste momento, Hulk sabe que não faz parte do grupo principal, mas espera ser lembrado na lista final para a Copa no Catar, em novembro. A ótima fase pode ajudar. No entanto, as concorrências são muito pesadas. Tite deve chamar sete ou oito atacantes para o Mundial. Matheus Cunha, Richarlison, Gabigol e até Gabriel Jesus aparecem à frente na luta pelas vagas de centroavante. Ainda no ataque, Tite tem como opções Neymar, Antony, Raphinha, Rodrygo, Vinícius Júnior e Gabriel Martinelli.