O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou neste domingo a autoria do ataque a turistas que causou a morte de três espanhóis e três afegãos na cidade de Bamiyan, centro do Afeganistão.

O grupo jihadista anunciou em seus canais no aplicativo Telegram que “combatentes atiraram na última sexta-feira com metralhadoras contra turistas cristãos e seus acompanhantes xiitas” na localidade turística.

O grupo de turistas foi baleado em um mercado de Bamiyan, que fica a cerca de 180 km da capital afegã, Cabul.

O EI informou que atacou “um ônibus de turistas de países da coalizão”, referindo-se à coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos para combater a organização jihadista no Oriente Médio.

“O ataque segue as diretrizes dos líderes do EI de atacar cidadãos dos países da coalizão onde quer que eles estejam”, ressalta o comunicado.

aya/ami/hgs/jvb/lb