Geral

Estado Islâmico assume responsabilidade por ataque no Congo


CAIRO (Reuters) – O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade por um ataque a uma vila nesta semana no leste da República Democrática do Congo, de acordo com comunicado publicado na sexta-feira em seus canais afiliados no Telegram.

Moradores da vila de Kalembo disseram à Reuters que rebeldes mataram 16 pessoas e incendiaram casas em um ataque na quarta-feira que um grupo local de direitos humanos atribuiu às Forças Democráticas Aliadas (ADF), grupo armado de Uganda ativo na região.

O comunicado afirma que o Estado Islâmico foi responsável pelo ataque na vila cerca de 40 km a leste da cidade de Beni.

O ADF opera nas densas florestas perto da fronteira com Uganda há mais de três décadas e começou a matar civis em grande número em 2014.

O grupo alinhou-se publicamente com o Estado Islâmico, mas um relatório de junho das Nações Unidas não encontrou evidências de apoio direto do Estado Islâmico ao ADF.

(Por Yomna Ehab)


Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais