Geral

Estado de saúde de menino baleado na cabeça no Rio permanece grave

Permanece grave o estado de saúde do menino Arthur Gonçalves Monteiro, de 5 anos, baleado na cabeça na noite de segunda-feira (27), quando estava com o pai em um jogo de futebol no Morro São João, no Engenho Novo, zona norte da cidade.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, ele permanece internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pediátrica do Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, também na zona norte, para onde foi transferido ontem, depois de passar por cirurgia no Hospital Municipal Salgado Filho.

Houve troca de tiros entre policiais e criminosos no momento em que Arthur foi atingido. Segundo a Polícia Civil, as investigações seguem a cargo da 25ª DP, com a realização de diligências.

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ Nova Honda CB125F 2021 com consumo recorde de 67 km/l

+ Motoqueiro entrega pizza no estúdio do MasterChef Brasil de hoje (22)

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea