Brasileiros do Ano 2019

“Esse prêmio representa as próximas gerações da ginástica”, diz Arthur Nory

Crédito: Marco Ankosqui

O ginasta Arthur Nory foi eleito Brasileiro do Ano pela revista ISTOÉ na categoria Esporte nesta segunda-feira (2). Em 2019, ele conquistou a medalha de ouro no mundial de ginástica em Sttugart, na Alemanha, na barra fixa.

“Me sinto lisonjeado por representar o esporte em 2019, ano que foi muito bom para a nossa ginástica. Fizemos resultados inéditos no Pan e no Campeonato Mundial, então esse prêmio representa as próximas gerações que assim como eu querem se dedicar à ginástica. Nosso esforço é enorme para representar nosso País então eu quero dividir o prêmio com todos aqueles que nos apoiam atualmente”, disse Nory.

Pra vencer a competição, Nory mudou a estratégia na disputa decisiva e decidiu repetir a série de exercícios que executou desde a fase de classificação, fazendo uma sequência mais complexa e difícil que seus adversários. Ao terminar a apresentação, recebeu a nota de 14.900 pontos.

Com 26 anos, Nory treina no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. Há dois anos, sofre com dores no joelho por conta de um desgaste crônico na cartilagem. Por conta dessas dores, priorizou a barra fixa na Olimpíada do Rio, em 2016, e levou o bronze.

Em Tóquio, no próximo ano, ele também pretende privilegiar a barra fixa, mas não descarta também competir por equipe e no individual geral.