Esportes

eSports podem fazer parte das Olimpíadas? Entenda a situação

Crédito: Divulgação: Comitê Olímpico Internacional

eSports podem fazer parte das Olimpíadas? Entenda a situação (Crédito: Divulgação: Comitê Olímpico Internacional)


Com uma popularidade cada vez maior entre os mais jovens, os eSports chegaram para ficar. Em 2020, o mundial de LoL (League of Legends) teve mais de 45 milhões de espectadores simultâneos. O crescimento estrondoso da categoria levantou questões sobre a inclusão da categoria nas Olimpíadas. Apesar de não haver uma decisão definitiva, é possível que os jogos eletrônicos façam parte do programa olímpico em breve.

Primeira Olímpiada Virtual da história

Em abril deste ano, o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou a criação da Olympic Virtual Series. A competição, que ocorreu entre maio e junho, foi o primeiro teste do COI com os jogos eletrônicos. No entanto, apenas simuladores de esportes fizeram parte do evento. Jogos de grande popularidade como Overwatch, League of Legends e Counter Strike não estiveram presentes.

Comitê admite inclusão no futuro, mas Jogos “de matar” são vetados

Thomas Bach, presidente do COI, admitiu em 2017 que as Olimpíadas podem vir a incluir eSports em breve. O alemão, no entanto, se posicionou contra a adição de jogos de conteúdo violento no programa olímpico: “Queremos promover a não discriminação, a não violência e a paz entre as pessoas. Isso não combina com os videogames, que são sobre violência, explosões e mortes. É preciso traçar um limite claro.”

Com essa fala, Bach deixou claro que jogos como Counter Strike e PUBG (Playerunknown’s Battlegrounds) não devem fazem parte das Olimpíadas.

Inclusão não será em 2024

Apesar da expectativa de que a categoria pudesse ter sua estreia nos Jogos de Paris, isso não irá ocorrer. O programa, que foi divulgado em dezembro de 2020, não fez menção aos jogos eletrônicos. O COI ainda considera prematura sua adição e estuda seus próximos passos. A realização da primeira Olimpíada Virtual foi o primeiro passo, ainda que em caráter experimental. Com um número reduzido de jogos, a competição foi apenas um teste do comitê.

Os aficionados por eSports terão que esperar um pouco mais para ver seus jogos favoritos dentro do programa olímpico. Existe ainda a expectativa de que a categoria possa estrear nos Jogos de 2028 em Los Angeles. No entanto, com a criação da Olympic Virtual Series esse sonho pode nunca se concretizar. Resta saber se o evento conseguirá capturar o interesse do público nos próximos anos.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais