Daniel Alves estaria manifestando alguns sintomas de depressão, o que está preocupando os funcionários do presídio onde está preso, na Espanha. A informação é da emissora espanhola “Telecinco”.

O jogador está nesta prisão desde o dia 20 de janeiro. Entretanto, estes comportamentos são notados desde o início do julgamento, no começo de fevereiro, e teriam feito os funcionários ativarem um “protocolo antissuicídio”.

O que despertou esta atenção maior seria o fato de Daniel Alves estar “desanimado” e “deprimido”. Por medo dele se machucar ou atentar contra a própria vida, a imprensa espanhola informou que o atleta começou a ser monitorado e que este protocolo foi colocado em prática já nos dias seguintes ao julgamento.

➡️Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

Até o momento, estão sendo restritas algumas liberdades de movimentos e o acesso de Daniel Alves a objetos que podem oferecer algum perigo.

A defesa de Daniel Alves fez três pedidos de liberdade condicional desde que foi acusado de estuprar uma mulher em uma boate espanhola, mas nenhum deles foi aceito pelas autoridades da Espanha, justamente pelo risco de o brasileiro voltar ao país natal. O principal argumento da promotoria contra a liberdade condicional do jogador está baseado no fato de que Brasil e Espanha não têm acordo de extradição.

A decisão sobre o julgamento de Daniel Alves ainda não foi anunciada. Não há um prazo definido para a apresentação da sentença. Segundo a imprensa espanhola, a decisão deve sair até um mês depois do julgamento, encerrado no dia 7 de fevereiro. Cabe recurso no Tribunal de Apelação, segunda instância da Justiça espanhola.