Endrick, definido pelo jornal britânico “Daily Mail” de “sensação adolescente”, já é considerado praticamente um craque consagrado pelo mercado publicitário. Mas toda essa valorização do jogador da Seleção e que está a caminho do Real Madrid não torna mais fácil o projeto em torno da imagem dele. Pelo contrário. O plano mercadológico envolvendo o jovem atleta é um grande desafio.

O sócio-fundador da Wolff Sports, agência de marketing esportivo que cuida da gestão de imagem e patrocínios do atacante, Fábio Wolff, disse, em entrevista ao site MKTEsportivo, que o trabalho da agência envolve três premissas: contratos de longo prazo, negócios com storytelling e um número limitado de patrocinadores.

➡️ Acompanhe os negócios no esporte em nosso canal. Siga o Lance! Biz no WhatsApp

– No início do trabalho (fevereiro de 2022), o Endrick comentou a mim algumas marcas que ele se identifica. Iniciamos por elas. Queremos histórias verdadeiras. Tivemos inúmeras oportunidades de negócios, mas recusamos a maioria, pois não se encaixavam nas premissas estabelecidas. Se fecho um banco para uma campanha pontual, por exemplo, dificilmente conseguirei tê-lo como embaixador de um concorrente a longo prazo – afirmou Wolff.

Na semana passada, Endrick anunciou a nova fase do Disney+. Além disso, é o embaixador da Natura e do álbum oficial da Copa América 2024. Em seu portfólio, há também a Odontocompany, Rei do Pitaco, Neosaldina e New Balance.

– Para nós tem sido uma jornada incrível, como se fosse uma série do Disney+. Abraçar a oportunidade de criar e desenvolver o planejamento de um jovem menino de 15 anos foi muito desafiador. Afinal, não tínhamos qualquer benchmarking aqui no Brasil. Ver a história acontecer tão rapidamente e viver os bastidores é uma experiência única e que sou muito grato – disse Fábio Wolff