Nacho, defensor do Real Madrid, se despediu do clube na manhã desta terça-feira (25). De mudança para o recém-promovido Al-Qadsiah, da Arábia Saudita, o agora ex-capitão merengue encerrou um ciclo de mais de duas décadas em Valdebebas.

➡️ Tudo sobre os maiores times e as grandes estrelas do futebol no mundo afora agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Futebol Internacional

– Me despeço de vocês após 24 anos de absoluta dedicação, paixão e entusiasmo. Gostaria que vocês se lembrassem de mim como um canterano que deu tudo pelo seu clube. Obrigado de coração. A partir de hoje, gritarei cada título e cada gol dessa família incrível. Real Madrid do meu coração! Este é um “até breve”, madridistas – disse o jogador.

Revelado nas categorias de base do Real, Nacho ficou por muito tempo na reserva, mas sempre era considerado um substituto imediato para o setor defensivo. Ao longo do tempo, mostrou muita versatilidade ao atuar de zagueiro, lateral, e quando necessário, até de volante.

Foram 364 partidas realizadas com a camisa blanca, com 16 gols anotados e dez assistências registradas. Além disso, fez parte das campanhas de cinco títulos de La Liga, cinco Mundiais de Clubes e seis Champions, carregando a braçadeira e erguendo a taça em 2023-24.

➡️ Após eliminação na Eurocopa, Modric fala sobre possível aposentadoria

Agora, Nacho acertará com o Al-Qadsiah, que subiu da segunda para a primeira divisão do futebol saudita. Contando com investimentos pesados, os Cavaleiros do Leste já têm em seu elenco nomes como Luciano Vietto e André Carrillo (dupla ex-Al-Hilal), além dos também espanhóis Joel Robles e Álvaro González.