Ex-Fortaleza, o volante Caio Alexandre negociou com o Palmeiras, mas acabou contratado pelo Bahia. De acordo com o CEO do Fortaleza, Marcelo Paz, a saída do atleta foi conflituosa.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Em entrevista, o ex-presidente do Leão do Pici revelou que o Verdão demonstrou interesse na contratação em setembro de 2023. O clube paulista teria acenado com uma proposta salarial alta, contudo, não oficializou a oferta. Isso fez com que Caio Alexandre manifestasse sua vontade de deixar o Fortaleza, pois ele entendeu que a transferência foi dificultada.

– Exercemos todos os passos da opção de compra do Caio (Alexandre). Em setembro, o Palmeiras demonstrou interesse em comprá-lo. O salário dele lá seria bem alto. Fui pessoalmente negociar com o Palmeiras, colocamos os números na mesa. E o Palmeiras não formalizou proposta. Mas o Caio Alexandre achava que ia ganhar um salário muito alto. Ele criou essa expectativa e acredito que achou que o Fortaleza dificultou a ida dele para o Palmeiras.

+ Caio Alexandre abre o jogo sobre ida ao Palmeiras

– Ele decidiu que não queria mais jogar no Fortaleza, porque o Fortaleza teria dificultado a ida dele para o Palmeiras. Ele queria um contrato do nível que o Palmeiras pagaria. Criou-se uma situação embaraçosa – explicou Marcelo Paz, em entrevista coletiva.

Sem acordo com o Palmeiras, Caio Alexandre despertou interesse até do Corinthians e, depois, acabou negociado com o Bahia.

– O Bahia, sim, fez a proposta para a compra do Caio Alexandre. Não sei o que acertaram de salário lá, acredito que seja parecido com o que o Palmeiras ia propor. Já não tinha mais ambiente para a permanência dele. Nós fizemos a proposta de contrato boa para ele, contrato longo, salário. Ele não quis. Nós tínhamos a opção de compra e negociamos para que não exercessemos e tivemos um “upside” (valorização) de dinheiro: 800 mil dólares (R$ 3,9 milhões) – contou.

Caio Alexandre tem sido titular do Bahia na temporada e soma oito partidas, um gol e duas assistências pela equipe treinada por Rogério Ceni.