No confronto entre Botafogo e Aurora, o Alvinegro esteve próximo de voltar ao Brasil com a vaga para a terceira fase da Libertadores encaminhada. No entanto, os brasileiros cederam o empate aos bolivianos nos acréscimos.

Embora a classificação para a próxima fase da competição continental seja provável devido a fragilidade do adversário, o Glorioso dá sinais de alertas. Principalmente para um torcedor que está muito machucado pelo fracasso no Brasileirão do ano passado.

➡️ Tudo sobre o Fogão agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Botafogo

Nos últimos nove jogos do Campeonato Brasileiro 2023, o Botafogo sofreu cinco gols depois dos 40 minutos do segundo tempo, sendo quatro nos acréscimos. Além da marcante derrota de virada para o Palmeiras, os cariocas também sofreram diante do RB Bragantino, Santos e Coritiba.

E a sina segue. Nas 10 primeiras partidas da temporada, o Alvinegro já sofreu três gols em três confrontos diferentes após os 40 minutos da etapa final. Além do Aurora, Nova Iguaçu e Flamengo também machucaram o Glorioso no Campeonato Carioca.

No confronto realizado em Cochabamba, Tiago Nunes foi expulso e não comanda sua equipe no jogo decisivo da Libertadores por conta de um destempero. Enquanto sua equipe vencia o duelo e quase não sofria riscos, o treinador brigou com o técnico adversário com direito a fazer um sinal de choro.

Além da falta de classe, o comandante não esteve na beira do gramado para orientar seus jogadores e fazer quaisquer ajustes que talvez fossem necessários para levar a vitória para casa. Mas Tiago Nunes parece sentir uma fragilidade emocional que o Botafogo vem sentindo desde a reta final do último Brasileirão. O que pode mais atrapalhar do que ajudar.

Próximo de não disputar a fase decisiva do Campeonato Carioca mais uma vez, o Alvinegro aposta o início do ano na Libertadores. E é preciso dar uma resposta na próxima semana para acalmar os ânimos e dar uma nova perspectiva para o clube.