O Palmeiras mantém total confiança no goleiro Weverton, mesmo após a grave falha ocorrida no domingo (18), no empate diante do Corinthians. A partida era válida pela primeira fase do Paulistão.

➡️ Tudo sobre o Verdão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Palmeiras

O clube entende que erros e acertos podem acontecer com qualquer jogador, e Weverton segue prestigiado por tudo que entrega pelo clube. No Verdão desde 2018, o goleiro conquistou 11 títulos e é o sétimo atleta da posição com mais jogos pelo Alviverde na história.

Ao lado de líderes como Gustavo Gómez, Luan, Marcos Rocha e Zé Rafael, Weverton é um dos capitães do Palmeiras. Não há indícios de que ele possa perder a posição no momento. O reserva imediato é Marcelo Lomba, que atuou duas vezes na temporada.

Inclusive, uma das filosofias do time de Abel Ferreira é a união do grupo. Frequentemente, em entrevistas, os próprios jogadores repetem o lema de que “ganham todos, perdem todos”. O lateral Marcos Rocha, por exemplo, reforçou o apoio ao companheiro.

– Independente se foi falha ou não, aqui, no Palmeiras, a gente é uma família. Ganha todo mundo. Perde todo mundo. A gente não vai querer crucificar o Weverton agora porque é um cara que nos ajudou em outras ocasiões – disse Rocha, atleta escolhido pelo clube a dar entrevista depois do empate com o Corinthians.

Abalado, Weverton bloqueou os comentários em seu perfil no Instagram e ainda não concedeu entrevistas após o episódio no Dérbi. Ao término do jogo, o goleiro de 36 anos foi xingado e vaiado por torcedores na Arena Barueri. No dia, ele ainda solicitou “escolta” para passar pelos jornalistas em direção ao ônibus da delegação e preferiu não dar entrevistas.