O Dia

Neurologista sobre quadro de Schumacher: ‘Estado de consciência mínima’

Alemão estaria realizando um suposto tratamento experimental com a injeção de células-tronco

Neurologista sobre quadro de Schumacher: ‘Estado de consciência mínima’

Rio – Mundo do esporte recebeu nesta semana notícias animadoras sobre o estado de Michael Schumacher. O alemão estaria consciente após realizar um suposto tratamento experimental com a injeção de células-tronco. No entanto, a diretora do Centro de Pesquisa sobre Coma do Instituto Neurológico de Milão (Itália), Matilde Leonardi, se mostrou muito cética em relação aos informações. Ela deu uma entrevista ao jornal “Daily Express”.

“Não há tratamento experimental com células-tronco que tenha um efeito positivo para pacientes em estado de consciência mínima como Michael Schumacher. As notícias divulgadas sobre o ex-piloto estão apenas alimentando falsas esperanças e iludindo as famílias dos pacientes. Ontem de manhã recebi duas ligações telefônicas de parentes de dois pacientes que queriam informações para permitir que seus filhos acessassem o mesmo tratamento. Eu me vi explicando que não sabemos nada sobre a existência desse tratamento”, afirmou.

Para a especialista, existe uma precipitação em relação aos tratamentos com células-tronco, e que ainda não é possível confiar numa solução de problemas com esse tipo de abordagem.

“Todos esperamos que sim, mas a verdade é que (o tratamento) não existe, pelo menos por enquanto. Infelizmente, estudos conduzidos com células-tronco para doenças que afetam o cérebro e a medula não deram os efeitos esperados”, disse.