Geral

Espada utilizada em ataque a creche em Santa Catarina é identificada como uma Katana

Crédito: Willian Ricardo/NDMais

A arma usada no ataque a escola infantil Pró-Infância Aquarela, em Saudades, em Santa Catarina, nesta terça-feira (04), foi identificada como uma Katana, uma tradicional espada japonesa utilizada pelos samurais.

A espada foi recolhida no local do crime e levada à perícia. Com a Katana, um jovem, de 18 anos, assassinou cinco pessoas. Entre as vítimas fatais estão três crianças, de dois anos, a professora Keli Adriane Anieceviski, de 30 anos, e a agente educativa Mirla Renner, de 20 anos. O suspeito ainda atingiu uma quarta criança, que sobreviveu.

Jeronimo Marçal Ferreira, delegado de Pinhalzinho, disse que a escola foi isolada para perícia do Instituto Geral de Perícias (IGP). Os corpos ficaram na sala de aula onde ocorreu o crime até a chegada do Instituto Médico Legal (IML) e foram transferidos para Chapecó na sequência.

“O agressor chegou de bicicleta na escola por volta das 10h, portando uma arma branca. Cerca de 30 crianças estavam na escola no momento e ele invadiu uma sala de aula onde tinham quatro crianças, a professora e mais uma funcionária da escola”, explicou Jeronimo.

O responsável pelo crime foi detido dentro do colégio por vizinhos que ouviram os gritos. Neste momento, ele tentou se matar e desferiu golpes contra si mesmo. “Ele foi contido dentro da escola e, naquele momento, tentou tirar a própria vida. Os eletrônicos do suspeito passaram pela perícia para buscar a motivação desse crime. Ele não tinha ligação com as vítimas e também não tem histórico policial”, contou o delegado.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Maciel Schneider, prefeito do município de Saudades, decretou luto de três dias na região. “É uma notícia muito difícil e inesperada para qualquer gestor público, principalmente em início de mandato. O sentimento é de revolta e, ao mesmo tempo, de muita tristeza. Uma coisa que nenhum pai merece passar. É desesperador, a ficha ainda não caiu”, lamentou.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS