Cultura

Escritor Alessandro Baricco faz transplante para tratar leucemia

TURIM, 26 JAN (ANSA) – O escritor italiano Alessandro Baricco, que está em tratamento contra a leucemia, foi submetido nesta quarta-feira (26) a um transplante de medula óssea. A intervenção ocorreu no Instituto de Pesquisa e Tratamento do Câncer de Candiolo, onde ele está internado há alguns dias.   

Baricco, que completou 64 anos ontem, recebeu a doação de células-tronco de sua irmã Enrica, considerada por ele “uma mulher que já era especial”.   


De acordo com informações preliminares, o procedimento foi “tecnicamente” bem sucedido, “ainda que as próximas três semanas sejam decisivas para verificar se tudo correu da melhor forma”.   

Os médicos fazem a infusão das células estaminais saudáveis do doador, que atacam as células estaminais tumorais doentes. A partir de agora, o paciente devera ficar cerca de 25 dias em isolamento para a medula se regenerar. O prognóstico será possível após cerca de 100 dias.   

“Prefiro não conversar. Estamos esperando”, afirmou sua companheira Gloria Campaner.   

A notícia da doença e da necessidade do transplante foi revelada pelo próprio escritor por meio de suas redes sociais no último sábado (22).   

Com uma longa carreira, Baricco tem entre suas principais obras ensaios, romances e peças teatrais, como “Seda”, “Sem Sangue” e “A paixão de A”. Recentemente, o autor se tornou o primeiro escritor italiano a gerar um NFT de sua obra. (ANSA).