Comportamento

Escolas da Coreia do Norte retomam as aulas

Escolas da Coreia do Norte retomam as aulas

Pyongyang não informou nenhum caso de COVID-19, o que provoca muitos questionamentos entre os especialistas - AFP

Os colégios da Coreia do Norte retomaram as atividades nesta segunda-feira (1), dois meses após a paralisação das atividades como medida de precaução contra o novo coronavírus, informou a imprensa norte-coreana.

Pyongyang não informou nenhum caso de COVID-19, o que provoca muitos questionamentos entre os especialistas, já que o vírus que surgiu na vizinha China se propagou a todos os continentes. O regime norte-coreano adotou medidas drásticas, com o fechamento das fronteiras e um decreto de confinamento de milhares de pessoas.

O novo semestre escolar deveria ter começado em abril. Alguns institutos e universidades já haviam sido autorizados a retomar as aulas.

“O novo semestre começará nas escolas, faculdades e institutos no início de junho e foram tomadas medidas de quarentena para permitir a reabertura de jardins de infância e pré-escolas”, afirmou a agência norte-coreana Yonhap.

“As autoridades devem disponibilizar termômetros e soluções desinfetantes na entrada de cada centro, nas salas de aula e nos escritórios. Funcionários das escolas e creches devem respeitar as regras da luta contra o coronavírus”, acrescentou a agência.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior