Mundo

Escândalo faz secretário do Trabalho dos EUA renunciar

WASHINGTON, 12 JUL (ANSA) – O secretário do Trabalho dos Estados Unidos, Alex Acosta, renunciou ao cargo nesta sexta-feira (12), em meio a um escândalo sexual envolvendo o investidor Jeffrey Epstein. “Meu ponto aqui hoje é que temos uma economia incrível e o foco precisa estar na criação de empregos”, disse Acosta.   

Procurador federal na Flórida em 2007 e 2008, Acosta tem sido acusado de favorecer Epstein em um acordo judicial fechado naquela época. Acuso de abuso de menores, o investidor, amigo de personalidades como Donald Trump e Bill Clinton, foi apenas condenado a 13 meses de prisão. No entanto, Epstein, de 66 anos, foi acusado novamente na última segunda-feira (8) de abuso sexual de dezenas de jovens menores de idade. Desta vez, ele pode pegar até 45 anos de prisão.   

(ANSA)