Mundo

Erdogan: decisão de Trump sobre Jerusalém deixa o Oriente Médio em um “círculo de fogo”

Erdogan: decisão de Trump sobre Jerusalém deixa o Oriente Médio em um “círculo de fogo”

Presidente Recep Tayyip Erdogan - AFP

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan criticou nesta quinta-feira o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel pelo presidente americano Donald Trump, por considerar que esta decisão coloca o Oriente Médio em um “círculo de fogo”.

“Tomar tal decisão coloca o mundo, e especialmente a região, em um círculo de fogo”, declarou Erdogan em Ancara antes de uma viagem à Grécia para uma visita oficial.

“Hey, Trump! O que você quer fazer? Que tipo de abordagem é esta? Os líderes políticos devem trabalhar pela reconciliação e não pelo caos”, completou.

Trump reconheceu na quarta-feira Jerusalém como capital de Israel, o que irritou os palestinos e provocou muitas críticas da comunidade internacional.

Erdogan advertiu na quarta-feira que decisão de Washington “faria o jogo dos grupos terroristas”.

O presidente da Turquia convidou os 57 países da Organização de Cooperação Islâmica (OCI) para uma reunião sobre a questão de Jerusalém no dia 13 de outubro em Istambul.