Esportes

Equipes de Nova York voltam a permitir público nas arenas em jogos da NBA

Crédito: Reprodução Twitter MSG

Torcedores voltam ao Madison Square Garden em Nova York (Crédito: Reprodução Twitter MSG)


Coma delegação da NBA para as equipes decidirem sobre a volta ou não do público nas arenas, algumas equipes já optaram pela volta dos torcedores. O New York Knicks e o Brooklyn Nets deram as boas-vindas ao público na última terça-feira (23).

A medida ainda foi ratificada pela declaração do governo do estado, Andrew Cuomo, que permitiu a presença de torcedores em ambientes fechados com pelo menos 10 mil lugares.

Com a autorização, o principal palco do basquete norte-americano, o Madison Square Garden recebeu aproximadamente 3 mil torcedores na derrota dos Knicks para o Golden State Warriors por 114 a 106 na última terça-feira.

“Obrigado aos melhores fãs do mundo por seguir os protocolos de segurança na noite passada e ainda se divertir conosco! O Garden estava barulhento e foi ótimo estar de volta!”, publicou o perfil dos Knicks.

“Tivemos muita gritaria, aplausos e vaias também, o que foi ótimo, incrível. Eu e Draymond (Green) estávamos conversando sobre isso no banco, que não há sensação melhor. Não me importo se estamos jogando pra 19 mil pessoas ou dois mil torcedores. Nós amamos que não havia o silêncio. (…) Essa foi uma experiência muito legal, considerando que não jogamos em muitas arenas com público e isso faz uma enorme diferença no jogo”, disse Curry

Já na vitória do Brooklyn por 127 a 118 sobre o Sacramento Kings, o público foi bem menor, com 10% da capacidade da arena com 300 torcedores.

Protocolo de entrada

Considerado a “Meca” do basquete norte-americano, o Madison Square Garden exigiu que os torcedores apresentassem um teste de Covid negativo com pelo menos 72 horas antes da partida. No caso do Brooklyn, o público presente foi submetido a um teste na entrada com resultado instantâneo.

A iniciativa da volta do público, ainda que parcial, acontece no momento em que os Estados Unidos lideram as estatísticas de mortes por Covid-19 no mundo. Até o momento, o país registrou mais de 503 mil óbitos e 28.306.186 de casos. A região de Nova York está entre as quatro mais afetadas pela doença.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio