Quem se lembra? Ashley Rapini foi talento mirim contratada por Silvio Santos para o extinto programa Hot Hot Hot, do SBT.
Ela se mudou para os EUA, mas nunca abandonou a carreira artística. No exterior, adotou o nome Aryè Campos — e é assim que retorna ao Brasil. Após atuar na minissérie Passaporte Para a Liberdade, da Globo, poderá ser vista em Rio Connection, na Globoplay. Ambientada nos anos 1970, a atração falada em inglês conta a história real de criminosos europeus que se estabeleceram no País. Aryè é Amanda, a antagonista. “O inglês foi uma zona de conforto, mas sou brasileira de corpo e mente. Tive que mudar minha forma de pensar para construir uma personagem norte-americana que lida pela primeira vez com o machismo no Brasil”, conta. Já exibido na Alemanha, Áustria, Suíça e Canadá, a produção ganhou elogios da crítica. “É o maior papel da minha carreira adulta. Espero que seja recebida de forma positiva e ajude a abrir portas para mais trabalhos internacionais”, torce ela. Rio Connection estreia em 23 de novembro.

Causa da agressão: uma dívida milionária

Entre o Brasil e os EUA
(Divulgação)

“Sempre fui uma pessoa feliz, batalhadora e guerreira, não é agora que vou parar. Aliás, tem coisas que acontecem na nossa vida que fazem a gente ficar mais forte. Eu sou mulher, sou mãe e isso para mim nunca vai mudar. Vou lutar pelo meu filho, pela minha vida, pelos meus negócios.” Essa foi a fala de Ana Hickmann ao aparecer pela primeira vez em suas redes sociais após denunciar violência doméstica e lesão corporal do marido, o empresário Alexandre Correa. Segundo consta no boletim de ocorrência, ele fechou uma porta de correr no braço esquerdo da mulher. Os dois teriam se desentendido por causa da dívida milionária do casal, que estaria na casa dos R$ 14 milhões. Há relatos de amigos dos dois dizendo que ela irá pedir o divórcio,
mas isso ainda não foi confirmado.

Filha de peixe

Entre o Brasil e os EUA
(Divulgação)

Stella Banderas, filha de Antonio Banderas e Melanie Griffith, virou sensação na Europa após uma rápida passagem por Madrid, na Espanha. A atriz de 27 anos esteve na região a trabalho: comandou um evento de joias e conquistou a crítica após arriscar seu espanhol com a imprensa local. “Como vocês podem ver, eu falo espanglês. Por isso, quero vir para cá mais vezes e praticar o meu espanhol”, admitiu. Ninguém condenou a falta de fluência da jovem artista, que esbanjou carisma e ainda entregou um segredo familiar: “Meu pai vai ficar bravo comigo, mas ele não falava espanhol com a gente enquanto eu crescia. Acho que porque estávamos nos EUA, então ele aproveitava para praticar o inglês também”, contou. Stella nasceu em Marbella, mas cresceu em Los Angeles, cidade em que ela sofre por não encontrar sua iguaria espanhola favorita: jamón ibérico.

Atleta entre tops

Entre o Brasil e os EUA
(Divulgação)

Um nome que se destacou na 56ª São Paulo Fashion Week foi o de Iza de Deus. A modelo de 25 anos foi pura versatilidade ao cruzar a passarela para estilistas como Walério Araújo e Weider Silveiro. Chegou à semana de moda como um dos nomes “mais aguardados” entre as tops. Uma conquista para ela, que era jogadora de vôlei até pouco tempo atrás. Natural do Mato Grosso, Iza foi atleta dos 10 aos 17 anos e conquistou o título de bicampeã infanto-juvenil na região. Integrou a seleção mato-grossense de vôlei de areia, mas o sonho de modelo falou mais alto. Agenciada pela Another, ela volta ao Brasil após uma carreira no exterior.

O homem mais sexy do mundo

Entre o Brasil e os EUA
(Divulgação)

Aos 57 anos, o ator Patrick Dempsey foi eleito o homem mais sexy do mundo pela revista People. “Estou feliz que isso esteja acontecendo nesse momento da minha vida”, comemorou. Mas a verdade é que, nos bastidores, ele não acreditou quando soube da novidade: “Fiquei completamente chocado e comecei a rir. Pensei que era uma piada.” Passado o susto, o astro de Grey’s Anatomy quer aproveitar a fama de mais sensual do planeta. “É legal ter esse reconhecimento. Certamente meu ego dá uma inflada, me dá a oportunidade de usar isso para algo positivo”, disse. O título veio em boa hora. Dempsey está no elenco do filme Ferrari, que chega aos cinemas em dezembro.

O galã consciente

Entre o Brasil e os EUA
(Divulgação)

Além do título de ator, Mateus Solano tem orgulho de sua posição como ativista. Ele procura levar uma vida saudável em nome do meio ambiente, mas admite que nem sempre é possível. “Infelizmente não sou 100% sustentável porque a nossa forma de viver nesse mundo me impede. Mas, sem dúvida, faço e penso mais do que a grande maioria”, disse, em entrevista ao Instituto Trata Brasil. O astro de Elas por Elas, da Globo, explica que procura dar o exemplo: “Foi a partir do meu primeiro gesto de recusar canudos plásticos, lá em 2017, que alguma chave na minha cabeça girou. Hoje, faço compostagem, tenho placas solares, reuso a água da chuva, separo meu lixo. Também repenso as marcas que vou consumir e não saio de casa sem sacolas retornáveis.”