Geral

Entidade oferece exames gratuitos para diagnóstico do câncer de pele

A campanha Dezembro Laranja, promovida desde 2014 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), busca conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de pele. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), esse tipo de doença é o mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no País.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Como parte da iniciativa, a SBD vai oferecer exames gratuitos para diagnóstico do câncer de pele em todo o território nacional no próximo sábado, 7, das 9h às 15h.

A ação vai mobilizar cerca de quatro mil médicos dermatologistas e voluntários em mais de 130 postos de atendimento. A previsão é que 30 mil pessoas sejam beneficiadas.

Este ano, a campanha tem como tema os sinais do câncer de pele, que incluem manchas avermelhadas, feridas que não cicatrizam ou uma pinta com formato irregular, que cresce rapidamente e apresenta cor escura ou em tons diferentes.

Fatores de risco

Todos os tipos de câncer de pele estão relacionados à radiação ultravioleta do sol, por isso é fundamental que, antes de se expor, a pessoa use protetor solar e, se possível, óculos de sol e chapéu.

“Tanto a exposição solar crônica diária, ou seja, pequena quantidade de sol nas áreas expostas ao longo da vida, quanto episódios de exibição intensa e desprotegida, podem ocasionar queimaduras e aumentar as chances de desenvolver o tumor”, explica Elimar Gomes, Coordenador Nacional do Dezembro Laranja.

O fator genético também é um risco importante, então é aconselhável procurar um médico e fazer exames caso a pessoa tenha familiares com histórico de câncer de pele.

A SBD alerta para outras condições que podem levar ao câncer de pele: ter tido mais de seis queimaduras de sol, daquelas em que a pele fica muito vermelha e ardendo; ter muitas sardas ou mais de 50 pintas no corpo; pele muito clara que sempre queima no sol e nunca bronzeia; se já teve a doença antes; e ter mais de 65 anos.

Proteção

Segundo a SBD, a proteção solar é um conjunto de atitudes. A orientação é evitar se expor ao sol entre 9h e 15h, usar camiseta e chapéu, aderir ao óculos de sol com proteção UV, aplicar protetor solar com fator de proteção 30 ou maior (uso diário, mesmo em dias nublados) e sempre consultar um dermatologista.

Veja também

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea