Enquanto Belo Horizonte sofria com chuvas, prefeito estava no cassino

Enquanto Belo Horizonte sofria com chuvas, prefeito estava no cassino

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, foi alvo de duras críticas por ter saído de férias em meio ao caos que as chuvas provocaram na cidade que ele administra.

Kalil viajou para a Argentina e divertia-se em cassinos de Buenos Aires, enquanto o temporal deixava pelo menos 13 mortos na capital mineira. Ele teve que voltar rapidinho.

De volta a BH, Kalil trocou o tango pelos lamentos dos moradores da cidade, que reclamam do despreparo da prefeitura para resolver os problemas das enchentes na cidade.

Candidato à reeleição, ele tentou se desculpar: “O que aconteceu aqui foi um furacão. Essa água veio do céu, não foi incompetência administrativa”. Não é o que parece.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.