Economia

Engie Brasil prevê agravamento do risco hidrológico nos próximos meses, diz CFO

Engie Brasil prevê agravamento do risco hidrológico nos próximos meses, diz CFO

Logo da Engie fotografado em Nantes, França


RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Engie Brasil Energia prevê que o GSF (nome técnico para risco hidrológico) se agrave ainda mais nos próximos meses, devido a um cenário de baixas chuvas em reservatórios, o que requer desafio na gestão do portfólio, afirmou nesta quinta-feira o diretor financeiro da companhia, Marcelo Malta.

“Essa hidrologia é uma das piores da série histórica, então realmente a questão é muito grave, isso requer um tremendo de um desafio para o nosso pessoal de gestão de portfólio”, afirmou Malta, durante apresentação dos resultados do primeiro trimestre a analistas e investidores.

“Nossa expectativa para os próximos meses é que o GSF se agrave ainda mais… Nós temos bastante experiência, capacidade de fazer projeções que a gente tem verificado muito próximas da realidade e isso nos dá tranquilidade de que conseguiremos fazer essa gestão de forma adequada.”

(Por Marta Nogueira)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4513S-BASEIMAGE

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Veja também
+ Sabrina Sato mostra corpo musculoso em clique na floresta
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

Updated