Economia

Energisa: Energia vendida no trimestre sobe 2,7%

A Energisa divulgou seu boletim operacional com os dados de setembro e do terceiro trimestre de 2020. Contando os mercados cativo e livre, além do fornecimento não faturado, houve um aumento de 2,7% na energia vendida entre julho e setembro em relação ao mesmo período de 2019. Somente no mês passado, o crescimento foi de 0,9%, também na comparação anual. Em 9 meses, a companhia acumula queda de 0,6%.

Ao contar somente as vendas faturadas, para clientes cativos e livres, a Energisa registrou um aumento de 0,6% na energia distribuída no trimestre na relação anual. No mês, o aumento foi de 1,3%.

As vendas no mercado livre subiram 11,5% em setembro e 9,5% no trimestre, enquanto no mercado cativo, houve quedas de 0,7% e 1,2%, respectivamente.

Em relação às categorias de clientes, os residenciais tiveram aumento de 5,9% no consumo durante o terceiro trimestre, e de 6,7% em setembro. Nas empresas, os desempenhos foram impulsionados pelos clientes do mercado livre. O maior crescimento foi no segmento Rural, de 12% no mês e de 9,7% no trimestre.

Os clientes industriais consumiram 4,1% a mais no trimestre, na comparação anual, e 5,1% em setembro. Já o comércio teve queda de 11,4% e 8,1%, respectivamente.

Em relação às regiões, o melhor desempenho no trimestre ficou com o Centro-Oeste, com aumento de 4%, contando também a energia não faturada. A única região que teve queda no período foi o Nordeste, com 0,3%.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel