Comportamento

Encontram 166 corpos em fossa clandestina no México

Encontram 166 corpos em fossa clandestina no México

Um memorial para os desaparecidos na La Gallera, em Tijuana, em 30 de agosto de 2018 - AFP/Arquivos

Ao menos 166 corpos foram localizados em uma fossa clandestina no estado mexicano de Veracruz (leste), um dos mais violentos pela presença de cartéis de drogas, informou a Promotoria estadual nesta quinta-feira (6).

“Foram localizados os restos mortais de ao menos 166 pessoas” em uma fossa clandestina, disse em uma mensagem à imprensa o promotor Jorge Winckler, que negou detalhar a localização por razões de segurança.

O promotor explicou que o local se encontra na área central de Veracruz, que se estende sobre uma ampla faixa do Golfo do México, e que uma equipe da Promotoria continua trabalhando no lugar.

Também foram encontradas 200 roupas, 144 identificações pessoais e diversos artigos.

Essa fossa foi localizada no início de agosto após trabalhos de investigação e denúncias para a Promotoria especializada em casos de pessoas desaparecidas, assinala um comunicado da Promotoria.

Também obtiveram o depoimento de uma pessoa, não identificada pelas autoridades, de que no lugar “teriam sido enterradas de maneira clandestina centenas de pessoas”, de acordo com um comunicado da Promotoria.

Os trabalhos para localizar os corpos começaram em 8 de agosto com o uso de “drones, georradares e sondas de busca”, acrescenta o comunicado.

Em 2016, em um subúrbio do porto de Veracruz, um dos mais importantes do México para o comércio, foi localizada uma fossa com 295 cadáveres que foram enterrados clandestinamente por criminosos.

Veracruz é um dos mais atingidos pelo crime organizado e um dos que registra mais casos de pessoas desaparecidas.

Em outras regiões do México foram localizadas nos últimos anos muitas fossas clandestinas, algumas delas com corpos contados em centenas.

Segundo cifras oficiais, mais de 37.000 pessoas estão reportadas como desaparecidas no México.