Cultura

Empresa que cometeu erro no Oscar continuará no evento, mas com ressalva

O erro na edição de 2017 do Oscar chamou atenção do mundo inteiro quando “La La Land” foi anunciado como vencedor na categoria de melhor filme no lugar de “Moonlight”. Apesar disso, a coordenação do Oscar decidiu continuar com os serviços da empresa de auditoria responsável pela confusão, a PWC.

A única mudança é que celulares e outros dispositivos eletrônicos dos responsáveis deverão ser entregues antes de eles entrar nos bastidores do evento. No dia do Oscar, minutos antes do erro acontecer, Brian Cullinan, responsável pela contagem dos votos, havia postado uma foto de Emma Stone, vencedora do prêmio de melhor atriz. Foi ele quem entregou o envelope errado para Faye Dunaway e Warren Beatty.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

erro Oscar 2017 PWC