Tecnologia & Meio ambiente

Empresa francesa Engie ganha licitação para transporte de energia no Brasil

Empresa francesa Engie ganha licitação para transporte de energia no Brasil

(Arquivo) O presidente da gigante de energia Engie, Jean-Pierre Clamadieu, e a diretora geral, Isabelle Kocher, no Ministério da Economia da França, em Paris - AFP/Arquivos

O gigante francês do setor de energia Engie venceu uma licitação no Brasil para construir e explorar uma rede de transporte de eletricidade, o que reforçará sua posição na América Latina – anunciou o grupo nesta quinta-feira (23).

Estimado em cerca de 750 milhões de euros (cerca de US$ 830 milhões), o projeto “inclui a construção, exploração e manutenção de uma rede de transporte de eletricidade de 1.800 km, de uma nova subestação e da extensão de outras três subestações no norte do Brasil”, informou a Engie em um comunicado.

A construção das instalações deve começar em 2020.

Esta concessão de 30 anos é o segundo projeto de transporte de eletricidade da Engie no Brasil.

Em dezembro de 2017, a Engie havia ganhado uma licitação para a construção de 1.000 km de redes de transporte, cinco novas subestações e a extensão de outras cinco no estado do Paraná, ao sul do Brasil, por um valor total de de 440 milhões de euros.

“Aceleramos a aplicação da nossa estratégia na América Latina, onde existe uma grane necessidade de infraestruturas para responder a crescente demanda de energia”, declarou a diretora-geral da Engie, Isabelle Kocher, citada no comunicado.

A empresa se torna um ator importante no setor na América Latina e, até 2022, instalará 3.000 km de rede elétrica no Brasil.