Cultura

Empresa de pagamento digital Square anuncia acordo com plataforma musical Tidal

Empresa de pagamento digital Square anuncia acordo com plataforma musical Tidal

O rapper Jay-Z, proprietário da Tidal desde 2015 - AFP/Arquivos


A empresa de pagamentos digitais Square anunciou, nesta quinta-feira (4), que vai comprar uma participação majoritária na plataforma de música em streaming Tidal de um grupo liderado pelo astro do rap Jay-Z, por US$ 297 milhões em dinheiro e ações.

“A compra amplia o propósito da Square de empoderamento econômico para um novo setor vertical: o dos músicos”, diz um comunicado da empresa de tecnologia financeira liderada por Jack Dorsey, que também é o diretor executivo do Twitter.

“Tudo se reduz a uma simples ideia: encontrar novas formas para que os artistas apoiem seu trabalho”, disse Dorsey.

Jay-Z comprou a Tidal da empresa europeia Aspiro em 2015 em um acordo avaliado em pouco mais de US$ 56 milhões, e usou a plataforma para dar aos artistas mais controle sobre o seu trabalho.

Entre os proprietários estão outros artistas de alto nível, como Madonna, Rihanna e a esposa de Jay-Z, Beyonce.


+ Homem que vivia ‘casado’ com a própria filha é preso após polícia investigar agressão contra criança
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pão de Queijo: faça uma das receitas mais gostosas do Brasil



Tidal, no entanto, teve problemas para competir com os serviços de streaming muito maiores, como Spotify e Apple. A empresa privada tinha três milhões de assinantes pagos em 2016, a última vez que publicou os números.

Jay-Z surpreendeu seus fãs em dezembro de 2019 ao transferir seu catálogo musical de novo para o Spotify após um hiato de dois anos.

O acordo com a Square estabelece uma associação estratégica que dá à empresa de pagamentos “uma participação majoritária significativa” junto com os acionistas artistas existentes, segundo o comunicado.

A Tidal vai funcionar “de forma independente dentro da Square”, de acordo com o mesmo texto.

“Desde o início eu disse que a Tidal era mais que o streaming de música, e seis anos depois, se manteve como uma plataforma que apoia os artistas em cada momento de suas carreiras”, disse Jay-Z, cujo nome completo é Shawn Carter.

“Os artistas merecem melhores ferramentas para ajudá-los em sua viagem criativa. Jack e eu tivemos muitas discussões sobre as infinitas possibilidades da Tidal que me inspiraram ainda mais sobre seu futuro.”

Como parte do acordo, Jay-Z se juntará ao conselho de administração da Square.

A Tidal possui ouvintes em mais de 56 países e relações com mais de 100 gravadoras e distribuidores.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS