Cultura

Empresa de De Niro processa ex-funcionária por assistir à Netflix no trabalho

A empresa de Robert De Niro, Canal Productions, processou em US$ 6 milhões (R$ 24 milhões) a ex-funcionária Chase Robinson, sob a acusação de desviar dinheiro e assistir à Netflix no horário de trabalho. As informações são da Variety.

A mulher havia sido contratada como assistente do ator, em 2008, depois foi promovida a vice-presidente de produção e finanças e chegou a ganhar um salário anual de US$ 300 mil (R$ 1,2 milhão).

Ela deixou o emprego em abril deste ano e responde na Justiça de Nova York por gastar “valores exorbitantes” da empresa em hotéis, restaurantes e viagens pessoais. Além disso, Chase assistiu a 55 episódios de Friends por quatro dias, em janeiro. No período, ela ainda almoçou e jantou em restaurantes caros da cidade, usando o cartão de crédito da Canal Productions.

A companhia alega também que a ex-funcionária maratonou 20 episódios de Arrested Development e dez de Schitt’s Creek, em vez de exercer suas funções.

“Assistir a séries da Netflix não fazia parte de suas responsabilidades no trabalho. Ela usou o tempo para seu próprio divertimento e prazer, enquanto estava sendo paga para trabalhar”, consta no processo.

+ Exclusivo: como Prost fez Senna perder o contrato com a Ferrari

Apesar das supostas irregularidades, Chase Robinson não pareceu preocupada com isso antes de ser processada. Ela escreveu uma carta de recomendação para si pouco tempo depois de se demitir e pediu para Robert De Niro assinar, mas o ator se recusou.

Veja também

+ Marco Pigossi sobre reprise da novela Fina Estampa: “Tinha que ser proibida de ser reprisada”

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?