Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

– Vamos subir, isso aqui é pesado, é a Cruz de Malta, quando embala, já era. Esquece – afirmou Thiago Rodrigiues. Foi assim que começou o vídeo dos bastidores da vitória do Vasco sobre o Operário-PR, por 3 a 0. A empolgação do goleiro resumiu a atmosfera da partida antes mesmo da bola rolar. Torcedores ainda nos arredores do estádio acreditavam em vitória elástica e muitos acertaram o placar.

Na preleção antes da bola rolar, o técnico Maurício Souza motivou seus jogadores para saciar a fome do torcedor, que está sedento por gols, vitórias, mas principalmente por voltar a elite do futebol nacional.

– Eu respeito demais a história de todos aqui dentro. Tudo o que vocês conquistaram e tudo que ainda vão conquistar. Mas nada é maior e nunca foi maior do que o compromisso e a responsabilidade que temos nesse momento aqui. Subir o Vasco, é a maior responsabilidade das nossas vidas, desportivamente falando. Nada se compara a colocar esse gigante novamente na Primeira Divisão – afirmou Maurício Souza, que concluiu.

– Essa torcida está doida para gritar gol, está doida para abraçar ainda mais a gente e está doida para comemorar a vitória. ela vai encher estádio aonde for no mundo, porque o que ela mais quer e ver o time na Primeira Divisão novamente. Vamos dar esse presente porque eles merecem. Eles vão fazer tremer na arquibancada e a gente no gramado.

Homenagens e muita emoção

O último gol marcado pelo Vasco foi marcado por Palácios, que fez o primeiro dele pelo clube. Bastante emocionado, o chileno dedicou o gol a um amigo, que não está mais entre nós.

– Muito feliz. Tem um tempo que eu perdi um amigo e sinto muita saudade dele, mas eu sei que ele me ajudou a conseguir esse gol. Eu o amo, é um irmão que eu levo comigo todos os dias. É um sonho realizado para mim. Jogar com São Januário cheio, com uma torcida que nos empurra para a vitória. Pude fazer um gol e foi uma loucura. É algo inexplicável.

O meia Nenê dedicou o gol marcado de pênalti, o segudo da vitória do Vasco, ao pai, que fez aniversário na última sexta-feira.

– Quero dedicar o gol ao meu pai, aniversário dele hoje (sexta-feira). Esse gol foi para ele, é um exemplo para mim. Não importa o momento, está sempre alegre. Sempre trabalhou para sustentar a mim e a toda a minha família. Sempre será uma inspiração para mim.

O Vasco volta a jogar na próxima quarta-feira, às 21h30, contra o Novorizontino, no Estádio Doutor Jorge Ismael Biasi, em Novo Horizonte, São Paulo. O Cruz-Maltino é o vice-líder da Série B, com 30 pontos.