A Embraer Defesa & Segurança e a Rockwell Collins anunciaram nesta terça-feira, 4, uma parceria para a integração de produtos da norte-americana e das coligadas da brasileira, Bradar e Savis. Com a assinatura do acordo de cooperação, as empresas vão avaliar o desenvolvimento conjunto de negócios para aplicações de Defesa.

De acordo com o presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider, essa será uma parceria de mão dupla, que permitirá vender e comprar equipamentos para o Brasil. Com o acordo as empresas poderão oferecer soluções integradas para as Forças Armadas e o mercado global. “Vão ter produtos que serão produzidos por eles e vamos incorporar às nossas soluções e vice-versa. A fronteira é o mundo”, disse o executivo durante o anúncio, na Laad, no Rio.

Segundo Schneider, a parceria inaugura nesta terça análise efetiva de portfólio de produtos das duas empresas. A primeira oportunidade identificada é a integração de tecnologia radar ao sistema FireStorm da Rockwell Collins.

A Savis é dedicada a desenvolver, projetar, integrar e implantar sistemas e serviços na área de monitoramento de fronteiras e proteção de estruturas estratégicas. A Bradar é uma empresa de base tecnológica especializada no desenvolvimento e produção de radares para aplicações nas áreas de defesa, segurança e sensoriamento remoto (SAR).

Com instalações também em São José dos Campos, a Rockwell Collins fornecendo soluções de sistemas aeronáuticos e aviônicos, sistemas e serviços de comunicações e eletrônica a operadores e fabricantes de aeronaves civis e militares.

O segmento de Defesa & Segurança respondeu por 15,1% das receitas da Embraer em 2016. A divisão obteve R$ 3,228 bilhões no ano, alta de 19,8% ante 2015.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias