Esportes

Embalado, Inter visita Universidad Católica para passar de fase na Libertadores

Embalado por uma série de quatro vitórias que o colocou na liderança do Campeonato Brasileiro, o Internacional volta as atenções para a Copa Libertadores, nesta quinta-feira, para sacramentar a sua passagem às oitavas de final. Fora de casa, em Santiago, às 21h30, enfrenta a Universidad Católica, pela rodada final do Grupo E, precisando de um empate para avançar de fase. Caso consiga, ampliará a sua invencibilidade, hoje em sete jogos.

O colorado gaúcho é o segundo colocado da chave com oito pontos, a dois do líder Grêmio, que receberá o América de Cali, o terceiro colocado, com cinco, no mesmo horário. Ou seja, o Inter pode avançar mesmo em caso de derrota. Ou até garantir a liderança da chave se o seu maior rival tropeçar. Já a Universidad Católica só sonha com uma vaga na Sul-Americana. Mas com apenas quatro pontos, não depende apenas das suas forças.

Tendo um duelo decisivo com o Flamengo, vice-líder do Brasileirão no domingo, o Inter optou por levar a força máxima para o confronto no Chile, mas não descartou a possibilidade de repetir a estratégia da escolhida pelo seu rival do fim de semana, que poupou vários titulares no seu duelo com o Junior Barranquilla na noite de quarta-feira.

Como o risco de eliminação é mínimo, há possibilidade da manutenção apenas do quarteto defensivo titular para o confronto no Chile. Assim, Yuri Alberto, liberado da seleção brasileira sub-20, e D’Alessandro poderiam receber uma chance na formação titular. Já o dono da lateral direita também é incerto, com o técnico Eduardo Coudet tendo de optar entre Heitor e Rodinei, que não poderá atuar no fim de semana em função de cláusula do acordo de empréstimo junto ao Flamengo.

“É o modelo de jogo do Inter. Independente de quem entra, precisamos ter um conceito. Estamos com bastante expectativa, queremos confirmar a classificação e estar entre os melhores para ter mais uma disputa de título”, afirmou o goleiro Marcelo Lomba, garantindo que o padrão será mantido independentemente da escalação.

E mesmo Edenilson, livre de suspensão imposta depois do primeiro Gre-Nal da Libertadores, não tem escalação garantida no time, que venceu a equipe chilena por 3 a 0 no confronto do Beira-Rio. Assim, envolto em mistério, o Inter só tem como certeza as ausências de Johnny, Gabriel Boschilia, Saravia e Paolo Guerrero, todos lesionados, assim como as de Moisés e Leandro Fernández, que cumprem gancho.

Do mesmo modo que o Inter, a Universidad Católica lidera o seu campeonato nacional nesta temporada. E o técnico argentino Ariel Holán terá o desfalque de Luciano Aued, assim como as ausências de Toselli, Kuscevic, Cornejo e Marcelino Nuñez.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel