O Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) afirmou nesta terça-feira, 5, seu apoio às decisões da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) destinadas a alcançar o equilíbrio nos mercados, aumentando a prosperidade para os povos da região, bem como apoiando o crescimento global. Em comunicado após reunião, o grupo, que conta com exportadores como Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Kuwait, salientou ainda a importância de manter a segurança marítima e das vias navegáveis na região e de combater atividades que ameaçam a segurança e a estabilidade.

Para o CCG, isto inclui atacar navios comerciais, ameaçar as rotas de navegação marítima e o comércio internacional, bem como instalações petrolíferas nos Estados-membros. O alerta tem como foco atividades do Irã e aliados do país persa na região.

Sobre a guerra entre Israel e Hamas, o CCG apoiou os esforço de mediação do Catar, que é membro do grupo. Além disso, o conselho busca formular um movimento internacional para parar a guerra em Gaza e exercer pressão para alcançar um processo político genuíno e abrangente para uma paz duradoura, de acordo com as referências internacionais aprovadas.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias