Brasil

Em resposta a crítica, Ricardo Salles chama Rodrigo Maia de ‘Nhonho’ no Twitter

Em resposta a crítica, Ricardo Salles chama Rodrigo Maia de ‘Nhonho’ no Twitter

Em resposta a uma crítica feita no Twitter no último sábado (24) pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (sem partido), publicou na noite desta quarta (28) apenas a mensagem “Nhonho”, em referência ao personagem do humorístico Chaves.

Reprodução/Twitter

No sábado, Maia publicou em suas redes a seguinte mensagem: “O ministro Ricardo Salles, não satisfeito em destruir o meio ambiente do Brasil, agora resolveu destruir o próprio governo.”

Salles vinha trocando farpas, também pelo Twitter, com o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria do Governo, que é o atual responsável pela articulação política. O ministro do Meio Ambiente disse que Ramos deveria parar de adotar uma postura de ‘maria fofoca’, e lhe atribuiu a origem de uma notícia que dizia que ele, Salles, “estica a corda” com a ala militar ao reclamar da falta de recursos do Ibama.

No domingo (25), Salles recuou: “Conversei com o ministro Ramos, apresentei minhas desculpas pelo excesso e colocamos um ponto final nisso. Estamos juntos no governo, pelo Pres. Bolsonaro e pelo Brasil. Bom domingo a todos”, escreveu o chefe da pasta do Meio Ambiente.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel