Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O primeiro título mundial da Seleção Brasileira completa 64 anos nesta quarta-feira. Fã da história do futebol nacional, o técnico Luís Castro exaltou as contribuições de três dos maiores ídolos da história do Botafogo na eterna conquista: Nilton Santos, Didi e Garrincha.

+ Botafogo repudia atos de violência e preconceito ocorridos no clássico de domingo contra o Fluminense


placeholder

– Faz hoje 64 anos que o Brasil ganhou a sua primeira Copa do Mundo em 29 de junho de 1958, Brasil 5-2 Suécia. O País do Futebol, do qual brota talento como água numa cascata, assumia o seu lugar no topo do Mundo – disse Luís Castro, e acrescentou:

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

– Este título só foi possível com a contribuição fundamental de 3 fantásticos jogadores que tinham a Estrela Solitária ao peito: Nilton Santos, Didi e Garrincha. 3 lendas, 3 ídolos, 3 homens que mudaram a história do futebol no Brasil e no Mundo. Trabalhemos juntos para honrar o seu legado. Pelo Botafogo, pelo Futebol – completou.

Desde que chegou ao Brasil, o português nunca escondeu ser fã da história do futebol pentacampeão. Na época, o Alvinegro tinha uma verdadeira seleção de craques e cedeu seus eternos ídolos para uma conquista que ficou eternizada.

+ Em meio à busca por nome internacional, Kayque se consolida como ‘reforço caseiro’ no Botafogo

A decisão foi disputada no Estádio Råsunda, na cidade de Solna, na Suécia. Os donos da casa não conseguiram suportar a qualidade brasileira e sucumbiram diante do esquadrão. Essa partida detém o recorde de gols marcados em uma final de Copa do Mundo (7, no total). Ela também teve o jogador mais jovem a balançar a rede em uma decisão (Pelé – que na época tinha 17 anos e 249 dias).