Brasil

Em ‘live’, Marta Suplicy e FHC falam em frente ampla e criticam Márcio França

No momento que o prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB), negocia com Marta Suplicy (SD) uma possível candidatura dela a vice em sua chapa, a ex-prefeita e ex-senadora fez nesta quarta-feira uma “live” com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) na qual ambos defenderam a criação de uma frente ampla contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na conversa, Marta defendeu que essa articulação pluripartidária começa já na eleição municipal deste ano e tenha como meta definir um nome para o Palácio do Planalto em 2022. “Devemos começar em São Paulo um movimento de frente ampla com forças políticas que são contra o desmonte autoritário e aponte para 2022. Temos que começar agora essa conversa. Não será na véspera de 2022 que vamos ter um programa de governo que nos una”, disse a ex-prefeita.

O ex-presidente tucano concordou com a tese, mas ponderou. “É cedo para fulanizar na Presidência. Na prefeitura você que sabe. Sou favorável a somar forças”, disse FHC. Marta então lamentou o “isolamento” do PT este ano na capital: “O PT se isolou, infelizmente”. Mas em seguida exaltou uma recente fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na qual ele afirmou que o PT pode não ter candidato à Presidência em 2022.

Marta então ressaltou que o governador da Bahia, Rui Costa (PT) defendeu a frente ampla na próxima disputa presidencial. O ex-presidente nesse momento elogiou o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB): “Dino é muito bom”

Ao falarem sobre a eleição na campanha, a prefeita citou uma reportagem do jornal O Globo, na qual Bolsonaro teria sinaliza que pode fazer campanha no segundo turno para Márcio França (PSB). “Acho um erro dele”, disse FHC.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

O ministro da Economia, Paulo Guedes, também foi alvo de críticas da dupla. “Paulo Guedes está com os dias contados. Não entende de Brasil”, disse Marta. “Nem de política. Ele tomou um banho na Câmara. Guedes é inadequado para o momento”, completou FHC.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel