Esportes

Em jogo equilibrado, Santos e Palmeiras empatam na Vila Belmiro

Peixe sai na frente, Verdão vira, mas Marinho garante igualdade no marcador

Em jogo equilibrado, Santos e Palmeiras empatam na Vila Belmiro

o Peixe segue sem vencer clássicos em 2020 (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Com o mesmo número de pontos no Brasileirão, Santos e Palmeiras fizeram um clássico movimentado e bastante equilibrado neste sábado (05), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro. O Clássico da Saudade terminou empatado em 2 a 2 no estádio Urbano Caldeira.

O Peixe saiu vencendo, com gol de Diego Pituca marcado aos 38 minutos do primeiro tempo, mas o Alviverde virou na etapa final, com gol e Raphael Veiga, de pênalti, aos 10 minutos da etapa final, e Willian, de cabeça, aos 18. Porém, com gol de Marinho aos 29 minutos do etapa complementar de jogo, o empate foi definido.

10 MINUTOS DE PALMEIRAS

O Palmeiras começou melhor que o Santos, mas essa superioridade não passou dos primeiros dez minutos de jogo. E ainda que tivesse concentrado mais as ações ofensivas no início do jogo, o Alviverde criou apenas uma grande chance, em um chute de fora da área de Emerson Santos, que obrigou o goleiro John fazer uma boa defesa.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

PEIXE CRESCE

O Santos tinha problemas no meio-campo. Na prática, o time atuou em um 4-2-4, com Alison mal na partida e apenas Diego Pituca na zona central. Mas, com uma boa movimentação ofensiva, o Alvinegro foi se acertando aos poucos e criando chances, principalmente com Marinho inspirado, indo pra cima, tendo uma boa sustentação pelo lado direito, com Pará também fazendo um ótimo primeiro tempo.

PITUCA ABRE O PLACAR

E foi pelo lado direito de ataque que o Santos abriu o placar. Aos 38 minutos do primeiro tempo, o lateral-esquerdo palmeirense Matia Viña falha, perde o timing da bola, dá espaço para Marinho, que cruza rasteiro para Kaio Jorge, que arruma para Diego Pituca aparecer como elemento surpresa e empurrar para o fundo das redes.

APAGÃO NO INTERVALO

Pouco antes da bola voltar a rolar para o segundo tempo, os refletores da Vila Belmiro apagaram, devido a forte chuva que caiu na Baixada Santista neste sábado (05), inclusive durante o jogo, o que atrasou por alguns minutos a retomada da partida.

A reportagem do L!, entrou em contato com responsáveis pelo patrimônio da Vila Belmiro que justificaram o apagão como uma queda de energia e a necessidade de tempo para reaquecimento das luzes de mercúrio.

PALMEIRAS VIRA

Quando a bola voltou a rolar na Vila Belmiro, quem voltou aceso foi o Palmeiras, que com 18 minutos virou a partida em dois lances de escanteio pelo lado esquerdo. Aos nove minutos da etapa final, Lucas Lima alçou a bola na área e Lucas Veríssimo tocou com a mão na bola no segundo pau. Com a ajuda do monitor do VAR, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza anotou o pênalti, batido e convertido por Raphael Veiga. Já aos 18 minutos, em novo escanteio que Lucas cobrou pelo setor canhoto, a bola foi desviada no primeiro pau e Willian escorou para virar o jogo para o Alviverde.

QUEM TEM MARINHO…

Mas não foi porque o Palmeiras virou, que Marinho deixou de jogar. O Peixe voltou a pressionar o seu rival, e aos 29 minutos do segundo tempo, em boa jogada individual o camisa 11 ganhou da defensiva palmeirense e bateu no canto direito do goleiro Weverton, que nada pôde fazer.

ZÉ RAFAEL EXPULSO

Já nos acréscimos, quando o jogo já caminhava para o final, o meia palmeirense entrou de forma dura no lateral-esquerdo santista Felipe Jonatan, que saiu com dores na perna. Após muita reclamação dos santistas, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza consultou o monitor do VAR e vermelhou o camisa 8 palestrino.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 2 PALMEIRAS

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP).
​Data e horário: 05 de dezembro de 2020, às 17h.
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Inês Back (SP)
Árbitro de vídeo: José Cláudio Rocha FIlho (SP)
Público e renda: Portões fechados
Cartões amarelos: Soteldo Diego Pituca e Lucas Veríssimo (Santos); Lucas Lima, Mayke e Emerson Santos (Palmeiras)
Cartão vermelho: Zé Rafael (Palmeiras)
Gols: 1-0 Diego Pituca (38’/1T); 1-1 Raphael Veiga (10’/2T); 1-2 William (18’/2T); 2-2 Marinho (26’/2T)

SANTOS: John; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Laércio, 49’/2T); Alison (Vinicius Balieiro, 15’/1T), Diego Pituca e Soteldo; Marinho, Kaio Jorge e Lucas Braga (Bruno Marques, 24’/2T). Técnico: Cuca.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Alan Empereur (Kusevic, 43’/2T) e Matias Viña; Emerson Santos, Zé Rafael, Lucas Lima (Breno Lopres, 29’/1T) e Raphael Veiga; Gabriel Veron e Willian (Gabriel Silva, 21’/2T). Técnico: VItor Castanheira

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel