ISTOÉ Gente

Em despedida do SBT, Maisa de emociona e ganha presente de Silvia Abravanel

Crédito: Divulgação

Maisa com presente de despedida do SBT (Crédito: Divulgação)

No seu tradicional “Programa da Maisa”, a jovem que iniciou ainda criança no SBT se despediu da emissora neste sábado (31). A despedida emocionante teve direito a presente após 13 anos na empresa de Silvio Santos.

Além de agradecer a emissora, Maisa também respondeu perguntas de Celso Portiolli, Fernanda Paes Leme, Pabllo Vittar e Hugo Gloss no quadro “Cadeira da Verdade”.

A apresentadora não conteve a emoção ao receber surpresas, como a homenagem de Raul Gil.

“Você sabe que você nasceu artista, você cresceu artista e vai ser uma artista até o fim da sua vida. Desejo a você boa sorte. Que Deus te abençoe”, disse Raul.

Silvia Abravanel, apresentadora do Bom Dia & Cia, também surpreendeu Maisa. A filha de Silvio Santos presenteou a apresentadora com um vestido, usado por Maisa quando criança, em uma moldura.

“Eu vim mais para cá do que para escola. É muito difícil ir embora, mas ir embora daqui feliz e saber que tenho apoio de tanta gente que entendeu o que é melhor para mim nesse momento é uma felicidade”, agradeceu Maisa.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel