Geral

Em depoimento, Neymar diz que assessores foram responsáveis por vídeo com mensagens íntimas

Crédito: Reprodução/TV Globo

Em depoimento prestado na noite de quinta-feira (6), o atacante Neymar disse que gravou a primeira parte do vídeo que publicou na sua conta do Instagram, no qual nega ter cometido estupro contra uma modelo, mas que o resto foi feito por uma integrante de sua assessoria e um técnico em informática. Na ocasião, mensagens com Najila Trindade foram divulgadas, além de imagens íntimas da modelo e o nome do filho dela. As informações são do G1.

Nome, rosto e imagens íntimas da jovem foram divulgadas, Segundo Neymar, ele não possui conhecimento técnico para fazer a postagem do vídeo com as mensagens. Ele também admitiu que liberou o teor da conversa, mas que orientou o assessor a preservar as partes íntimas de Najila. Por descuido, segundo ele, alguns trechos vazaram.

Neymar declarou que vai apresentar o assessor e o técnico de informática e eles serão intimados a depor na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI). Todos são investigados pela divulgação das imagens íntimas da mulher, cujo crime prevê pena de um a cinco anos de prisão.

Orientado por advogados, segundo o G1, Neymar não entregou o celular para a perícia, mas apresentou todo o teor original da troca de mensagens com a mulher que o acusa.