Esportes

Em confronto direto, Bahia tenta encostar no G6 do Brasileirão

O Bahia tem como meta no Brasileirão conquistar uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem e por isso não pensa em outro resultado neste domingo que não seja a vitória sobre o Goiás. A partida válida pela 15ª rodada acontece na Arena Fonte Nova, a partir das 16 horas.

Invicto há quatro jogos – três empates e uma vitória -, o Bahia está na zona intermediária da tabela, com 20 pontos. A expectativa da comissão técnica é chegar na reta final do campeonato brigando por uma vaga no G6.

“A meta é audaciosa, mas é possível. E a gente tem o direito de perseguir. A gente tem um grupo com qualidade e enxuto, cuidamos da recuperação para não perdermos ninguém. Isso é que vai nos permitir continuar na briga”, disse o técnico Roger Machado.

Em relação ao time que arrancou um empate com o Palmeiras, por 2 a 2, em São Paulo, na última rodada, o treinador vai ser forçado a fazer pelo menos uma alteração, pois o volante Gregore recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática.

Como as atividades foram fechadas, o substituto será conhecido apenas momentos antes do jogo. Ronaldo é o principal candidato, mas Elton se recuperou de contusão e pode ser escalado.

Mas as mudanças não param por aí. Desfalques na última rodada por pertencerem ao Palmeiras, o zagueiro Juninho e o atacante Artur retornam nas vagas de Wanderson e Élber, respectivamente. Artur, inclusive, foi convocado para defender a seleção olímpica em dois amistosos no início de setembro.

“Hoje, o treino fechado é a privacidade de fazer uma cobrança mais forte e não ser interpretado de outra forma ou montar minha equipe sem municiar o adversário”, comentou o treinador.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior