Em cartaz: o triste reality show da CPI da Covid

Além de apontar a negligência criminosa do governo no enfrentamento da pandemia, a CPI da Covid no Senado teve um efeito colateral surpreendente: fez os aliados do presidente Jair Bolsonaro descobrirem que a internet e a realidade são dois universos distintos. Na rede, são valentes e imperiosos; no mundo real, são covardes e confusos. Não é pouca coisa: há dois anos o País é governado por um elenco de filme B de terror cujo único objetivo é se vingar da sociedade brasileira.

Estou falando de gente exótica como Fabio Wajngarten, Eduardo Pazuello e Ernesto Araújo, nomes que muito em breve voltarão à irrelevância e ao ostracismo de onde nunca deveriam ter saído. Seus depoimentos confirmaram apenas o que todos os que vivem na realidade já sabiam: eram pessoas erradas no lugar errado e, infelizmente, na pior hora possível. Nesse filme-catástrofe que eles tornaram ainda mais mortal, seriam apenas estrelas de uma comédia pastelão involuntária. Se o Brasil fosse um reality show, o governo teria reunido personagens perfeitos para uma farsa dantesca. Começando pelo protagonista: o presidente paranoico que sonha dizimar o próprio povo. Temos então o trio de zeros à esquerda: zero um, zero dois e zero três, também conhecidos como “os três patetas”. No papel de líder anti-pandêmico, o incrível general trapalhão que finge compreender o que está acontecendo no mundo real. Como coadjuvante, o chanceler quixotesco que declara guerra ao resto do mundo. Sem deixar de lado, claro, o ministro da Economia que odeia os pobres, o ministro do Meio Ambiente que apoia a destruição do meio ambiente e a ministra das Mulheres e dos Direitos Humanos que consegue ser tanto contra as mulheres, quanto contra os Direitos Humanos. Não vamos esquecer alguns nomes que não deixarão saudades, como o ex-secretário de Cultura que se inspirava no nazista Joseph Goebbels e o ex-ministro da Educação semi-analfabeto, entre outros. Imagino o que nos reserva nos escalões mais baixos.

O governo descobre que a internet e a realidade são dois universos distintos. Na rede, são valentes e imperiosos; no mundo real, são covardes e confusos

Pelo nível de entretenimento, o reality show da CPI da Covid poderia seguir ad aeternum. Ao contrário do governo, porém, somos obrigados a viver na realidade. Sem luz, nem câmera, há apenas uma ação que se impõe aos parlamentares da comissão: cadeia para essa gente.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.