Esportes

Em bateria polêmica, Gabriel Medina é eliminado em Trestles e ironiza juízes

O sábado foi de boas ondas em Trestles, na Califórnia, nos Estados Unidos – tanto que foram realizadas a terceira e a quarta fases da oitava etapa da temporada de 2016 do Circuito Mundial de Surfe -, mas não foi bom para o brasileiro Gabriel Medina. O surfista de Maresias (SP) foi superado pelo norte-americano Tanner Gudauskas na terceira fase, mas contestou muito as notas de sua última onda – ainda na água, ele aplaudiu ironicamente os juízes e depois desabafou no Instagram.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Na briga pelo bicampeonato mundial, Gabriel Medina teve uma dolorida eliminação em Trestles com derrota por 17.13 pontos contra 17.34 do norte-americano. O inconformismo veio porque o brasileiro teve uma nota considerada baixa pelos juízes e ainda sobre sua prancha antes mesmo do fim da bateria os ironizou batendo palmas. O campeão mundial de 2014 precisava de uma nota 8.34 para superar Gudaukas. Ele conseguiu pegar uma boa onda, extensa e com muitas rasgadas e batidas, mas obteve nota 8.30.

Quando ouviu do sistema de som a nota dos juízes, ainda com cerca de quatro minutos para o fim da bateria, Gabriel Medina se sentou sobre a sua prancha e começou a bater palmas de braços levantados, em claro gesto de ironia e descontentamento com a avaliação. Charles Saldanha, técnico e padrasto do brasileiro, também foi filmado questionando a nota.

“Hora de ir para casa. Muito triste, eu dedico ou dediquei minha vida para isso… Estou cansado, cansei”, desabafou Gabriel Medina nas redes sociais.

Mesmo com a eliminação precoce em Trestles, o brasileiro segue firme na briga pelo seu segundo título mundial. Ao término da etapa da Califórnia, ocupará a segunda posição no ranking da WSL, ultrapassando o australiano Matt Wilkinson (caiu na segunda fase) e atrás apenas do líder John John Florence, do Havaí, que caiu na mesma fase de Gabriel Medina. Se tivesse chegado à semifinal nos Estados Unidos, assumiria a liderança da temporada.

OUTROS BRASILEIROS – Se Gabriel Medina caiu, outros surfistas do País estão bem em Trestles. Dois deles, Filipe Toledo e Alex Ribeiro, venceram na terceira e na quarta fases e já estão nas quartas de final. Jadson André, que passou à quarta fase, ficou em segundo na sua bateria e disputará a repescagem na quinta fase. Se vencer, enfrentará Alex Ribeiro e garantirá um representante do Brasil na semifinal.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea